sexta-feira, 2 de abril de 2010

Os desafios para evangelização Mundial


* Nenhum vale é tão isolado- como o distante e não evangelizado Reino Mustang, na fronteira norte do Nepal;
* Nenhuma ilha é tão distante- como as, ainda, não alcançadas, Ilhas Maldivas no Oceno Índico;
* Nenhuma floresta é tão densa- como as florestas do Congo, onde vive o povo Pigmeu;
* Nenhuma montanha é tão inacessível- como o distante e árduo planalto Tibetano na Ásia Central;
* Nenhuma cidade é tão inacessível- como Meca, em que é proibido a qualquer cristão pisar; e
* Nenhum deserto é tão hostil- como o Oásis Saariano na Argélia onde o povo Berbere Mzab vive.

"Um dos preceitos mais desafiadores já apresentados ao cristão é este: a tarefa suprema da igreja é a evangelização do mundo."


A única defesa da igreja é ganhar almas.
Ela nasceu no ardor da evangelização, estará arruinada sempre que seus membros deixarem de alcançar o perdido.
Hoje,no mundo, vivem cerca de dois bilhões e setecentos milhões de seres humanos, (número que representa quase cerca de dois terços da Humanidade), que nunca foram alcançadas pelo evangelho de Cristo.
Será que, como critãos, estamos cientes disto?
Lembramo-nos de que, como indivíduos, somos a Igreja de Cristo?
Para que existe no mundo a igreja cristã?
Ela não é uma grande arca, em que podem flutuar os favoritos, felizes, e sem cuidado algum por sobre o mar da vida até chegar à praia áurea.
Ela não é uma companhia de seguros, à qual se podem pagar prêmios e se ficar inteiramente livre do fogo do inferno!
A igreja não é um clube social cujos membros se reúnem ocasionalmente para desfrutar da companhia uns dos outros, divertirem-se, e trocar idéias!
Não é uma casa de saúde em que os deformados espirituais e os moralmente anêmicos tratam seus males hereditários. Não.
A igreja de Cristo é uma instituição ganhadora de almas, a proclamar, a tempo e fora de tempo, que Jesus Cristo salva a todos os homens.
Ela é um farol, cujos raios de luz evangélica alumiam todos os cantos da Terra, mesmo os mais distantes e entenebrecidos.
É um poderoso exército em marcha. Cujos soldados estão resolvidos a invadir todas as pátrias para tremular em cada nação a bandeira de Cristo!
Como soldados do rei dos Reis, a tarefa dos cristãos não é construir fortes nem acumular reservas de munições, mas conquistar o território inimigo, para tomar deles um povo para se nome (At15.14).
Napoleão certa vez disse: "A conquista fez mim aquilo que sou, e a conquista deve encorajar-me!"
Isso é também verdade no que se aplica à Igreja de Cristo. A própria existência da igreja depende de sua obediência à comissão do Senhor. Ela existe para buscar salvar o que está perdido.

EVANGELIZAÇÃO deve ser hoje a senha de cada cristão. É alcançar o que ainda não foi alcançado; é levar o evangelho de Cristo ao que está perdido. É levar almas a Cristo. É levar pecadores ao arrependimento e a fé em Jesus Cristo. É sair por estradas e veredas, e adicionar mais ovelhas ao aprisco do pastor.


Que Deus continue abençoando a sua vida.
Paz!
(extraído)

Nenhum comentário:

Postar um comentário